Viagem de Cruzeiro – 5º dia – Buenos Aires – Argentina – Zoológico de Lujan + Festa italiana a Bordo!

msc-poesia

Depois de 4 dias bem intensos, amanhecemos ainda atracados no porto de Buenos Aires e acordando cedo!

Viagem de Cruzeiro – 1º dia – Embarque + Tour pelo Navio + Festas!

 

Viagem de Cruzeiro – 2º dia – Noite do Comandante + Explorando o Navio + Dia Livre a Bordo

 

Viagem de Cruzeiro – 3º dia – Punta Del Este – Uruguai

 

Viagem de Cruzeiro – 4º dia – Buenos Aires – Argentina – City Tour + Show de Tango

 

Levantamos por volta das 6h30 para tomarmos café da manhã e nos encontrarmos as 7h30 na recepção do navio com o pessoal que conhecemos no City Tour no dia anterior para o passeio ao zoológico de Lujan.

 

As 7h30 nos encontramos e as 8hs estávamos na zona de embarque e desembarque do cruzeiro, onde marcamos de nos encontrar com o motorista que havia nos levado no dia anterior para o City Tour.

 

Ao encontrá-lo junto com o agenciador, tentamos negociar ainda mais o valor que anteriormente havia sido fixado em R$ 70,00 por pessoa para o transporte até o Zoológico de City Tour. Diferente do que o dia anterior não foi possível negociarmos, ele não baixou o valor.

 

Fechamos por R$ 70,00 por pessoa e seguimos em direção a Lujan.

 

Lujan é uma outra cidade de Buenos Aires, fica a cerca de 55km de distância.

ESTÁDIO RIVER PLATE

 

Na ida ao zoo passamos em frente ao Estádio do River Plate. Este estádio foi palco da final da Copa do Mundo de 1978.
Nome Oficial: Estádio Monumental Antonio Vespucio Liberti
Data de inauguração: 25 de maio de 1938
Capacidade: 65.000 espectadores.
Endereço: Avenida Figueroa Alcorta 7597, bairro Nuñez, Cidade de Buenos Aires

DSC_0271

Visita ao Estádio e Museu River

É possível conhecer o museu do estádio caso tenha interesse.

 

DSC_0278

DSC_0280

 

O Museu River está aberto diariamente das 10.00 hs. às 18.00 hs. Os dias de jogo até uma hora antes do início.

As excursões são realizadas a cada hora a partir das 11:00 hs. às 17.00 hs.

Preço do Ingresso

Museu: AR$ 80 pesos
Museu + Visita express: AR$ 90 pesos
Museu + Estadio Tour: AR$ 110 pesos

 

DSC_0284

DSC_0287

HISTÓRIA DA CIDADE DE LUJAN

 

A cidade de Luján lembra ao sobrinho de Don Pedro de Mendonza, a capital de Pedro Luján, assassinado pelos índios em 1536.Até o ano de l630 não havia naquelas terras, nenhum povoado de importância, por volta de 1638 começaram a transitar , seguindo o caminho novo para cidade de Córdoba, as tropas de carretas e as mulas tucumanas. Luján está localizada a beira do rio onde tem o seu nome. De longe se pode avistar a imponente Basílica, que é um centro de fé reconhecido em todo o continente. O passado pode ser visto por todos o cantos, de estilo colonial, e a natureza floresce ao redor do rio, e sobre ele crescem bosques ribeirenses que rodeiam todos os arroios. Em 1630, a carreta que transportava a imagem parou em Luján, vinha do Brasil e viajava por encomenda de um português desde Santiago del Estero. A Virgem nunca mais saiu de Luján. Em torno dela foi fundada e cresceu uma das cidades mais reconhecidas do País, sendo na atualidade o centro de atração espiritual mais importante da Argentina.

 

PONTO TURÍSTICO MUITO FAMOSO DE LUJAN

 

No caminho para o zoológico de Lujan o motorista nos falou que a cidade abriga a Grande Basílica Nacional, um imponente templo neogótico.

 

Não houve tempo para visitar o local. Fomos informados que fica aproximadamente a 20km de zoológico.

lujan_plaza_belgrano_cabildo_basilica_desde_hostel_lujan_800

Outros pontos turísticos da cidade de Lujan:

 

Casco Histórico de Luján
Museu Devocional da Virgem
Museu Histórico Provincial e do Transporte (Complexo museográfico “Enrique Udaondo”)
Museu Paleontológico Casa de Ameghino
Beira do Rio Luján
Mercado de Santeiros na Via Pública

 

COMO CHEGAR DE CARRO AO ZOOLÓGICO DE LUJAN

 

Para chegar de carro ao Zoológico de Lujan do Centro da Cidade de Buenos Aires, você terá que pegar a autoestrada 25 de Maio e, em seguida, o Acesso Oeste.

 

O Zoológico está localizado no Acesso Oeste, a 58 km.

 

mapa_como_chegar_zoologico_de_lujan

 

COMO CHEGAR DE ÔNIBUS AO ZOOLÓGICO DE LUJAN

 

Linha 57 (Lujan-Palermo, ônibus vermelho). Ponto final: Av. Sarmiento (em frente ao centro de exposições La Rural, ao Zoo de Palermo e a estação de metrô Plaza Italia, da Linha D). Avisar ao motorista ao entrar que você vai saltar no Zoo de Luján. O valor da passagem é AR$ 15 cada viagem, e pode ser paga com moedas (os ônibus não aceitam notas) ou com o cartão SUBE. Não recomendamos ir com crianças pois o trajeto é longo e dependendo do horário os ônibus estão cheios.

 

 

ZOOLÓGICO DE LUJAN

mapa_zoologico_lujan

Já imaginou ter contato com um animal selvagem? Interagir com tigres, entrar numa jaula com um leão enorme e pegar um filhotinho no colo? E alimentar um elefante? Já pensou em dar uma voltinha em dromedário? Por incrível que pareça tudo isso é possível. E não é preciso ir muito longe, basta ir ao Zoológico de Lújan que fica a pouco mais de uma hora e meia de Buenos Aires, na Argentina. O passeio oferece uma experiência única para os turistas mais corajosos. O zoológico, um dos cinco no mundo, é conhecido por levar os visitantes a ter contato com animais selvagens.

 

O zoológico é um grande campo com poucas árvores (um sofrimento nos dias de calor) e muita terra batida (um sofrimento nos dias de chuva).

 

O Zoo de Luján está aberto todos os dias do ano, entre as 8h30 e as 19h30.

 

DSC_0290

DICAS:

 

  • Chegue literalmente no horário de abertura do parque, pois assim você pega menos filas e encontra os animais mais dispostos;
  • Comece visitando as jaulas dos animais de grande porte e mais procurados, como o Leão, Tigre de Bengala e Tigre Branco;
  • Dê uma passada no final do passeio na loja do zoo para ver as fotos que tiraram de vocês com os animais. A foto custa cerca de R$ 10,00, mas vale a pena pois vem em um encarte todo trabalhado, que lhe lembrará deste incrível passeio.

 

PREÇO

 

O valor para turistas é de 400 pesos, R$ 115,00 ou U$$ 35,00

 

COMPRA DE COMIDAS

 

É possível comprar comida para dar na mão para os demais animais que existem no zoológico, como avestruz, patos, gansos, cavalos, dromedário, entre outros.

 

TEMPO APROXIMADO DE VISITA

 

Este é um passeio que tranquilamente você gasta um dia todo para fazê-lo. Por isso é de extrema importância chegar cedo para evitar filas, pois quanto mais tarde chegar, mais longa serão as filas para ver os grandes felinos.

 

Baixa Temporada: Aproximadamente 6hs

Alta Temporada: Aproximadamente 10hs

 

Isto é o período de visita que gastará para ficar dentro do zoo, fora o tempo do trajeto de viagem de ida e volta, que poderá levar de 1h a 2hs para ida e o mesmo para a volta, pois estamos falando que estamos saindo no horário de pico de um centro comercial e retornando no horário de pico para o centro comercial.

 

REGRAS BÁSICAS PARA VISITA AS JAULAS

 

  • Nunca dar as costas ou passar a mão na cabeça e na calda dos felinos.
  • Sempre fazer carícias com movimentos firmes e não fazer movimentos bruscos ao entrar em seu território;
  • Não é permitida a entrada de crianças nas jaulas dos tigres e leões adultos. As crianças podem entrar na jaula com os filhotes de até mais ou menos 1 ano.
  • Bolsas e mochilas devem ser deixadas fora da jaula.
  • Em alguns casos, brincos grandes, colares e lenço são restritos, uma vez que tudo pode virar brinquedo para os felinos.
  • Em cada jaula é permitidas a entrada de no máximo seis pessoas por vez.
  • Não é permitido entrar ou sair da jaula sem que o tratador avise ou abra os portões.
  • Lembrando que nem sempre é possível pegar um filhote no colo ou alimentá-los, pois os funcionários do zoológico deixam claro que devem ser respeitados seus horários de alimentação e descanso.

 

VISITANDO OS ANIMAIS

 

TIGRE DE BENGALA COM 6 MESES

 

DSC_0381

 

Logo que desembarcamos da van e também para termos o primeiro contato mágico com esse animais, iniciamos pela dos filhotes de 6 meses dos Tigres de Bengala, que são realmente muito bonitos. Se ficassem desse tamanho para sempre seriam ótimos bichinhos de estimação.

 

O interessante é que desde bebês esses animais são criados na companhia de cachorros. Cremos que é para tentar domesticá-los.

 

Como chegamos cedo, foi possível alimentarmos esses tigres com leite. Os cuidadores nos dão uma garrafa pet com leite dentro. Ao apertar a garrafa, leite é esguichado em nossa mão e os animais começam a lamber! Sua língua é bem áspera.

 

DSC_0299

DSC_0302

DSC_0303

DSC_0304

DSC_0326

DSC_0328

DSC_0329

DSC_0352

DSC_0357

DSC_0366

DSC_0376

DSC_0384

DSC_0396

DSC_0400

DSC_0412

 

LEÃO

 

DSC_0414

 

Depois a brincadeira ficou séria, era hora de entrar na jaula do Leão. Ao olhá-lo de fora, você não imagina que vai ter coragem de entrar. Quando o tratador abre a porta você toma aquele segundo de coragem heroica e quando percebe está frente a frente com o Rei da Selva as pernas tremem. É possível acariciá-los e até lhes dar leite fazendo uma conchinha com as mãos. Você precisa por a mão quase dentro da boca do bicho e ele lambe com a língua maior que sua palma.

 

Depois que tiramos as fotos, e eu as vi no computador, comentei com a Paty: Nós somos malucos mesmo, olha o tamanho do rosto desse animal, olha o tamanho da pata dele, se algo tivesse dado errado, algo ocorrido, não ia sobrar nada para contar história.

 

DSC_0419

DSC_0425

DSC_0439

 

MUITOS PERGUNTAM E AFIRMAM: ESSES ANIMAIS SÃO DROGADOS?

 

Nós imaginávamos que sim, mas segundo os tratadores, não. A explicação é esta: Os treinadores dizem que os bichos são domesticados desde a infância e que esse processo de domesticação é possível, pois o zoológico é um exemplo disso. Os animais agem assim por serem treinados desde filhotes e por isso não são agressivos. Nos primeiros dois anos são criados com cachorros que lhes corrigem quando fazem alguma brincadeira agressiva e quando adultos não despertam esse lado.

 

É realmente incrível, você não concorda?

 

Nós de fato observamos que alguns animais estavam bem agitados e de fato não pareciam dopados como costumamos ouvir.

 

TIGRE BRANCO

 

DSC_0451

 

Principalmente a 3ª visitamos que fizemos que foi a jaula do Tigre Branco. O Tigre Branco tem a companhia de um Tigre de Bengala em sua jaula, e ambos ficavam andando de um lado para o outro sem parar. Isto fez com que a fila para visita ficasse enorme, pois quando ele andava o pessoal do zoo não permitia a entrada de ninguém.

 

Quando entramos na jaula para tirar as fotos, o Tigre Branco estava bem ofegante, nitidamente víamos ele respirando fundo. Inclusive não conseguiram colocar ele sobre a mesa, que o local próprio para que os visitantes entrem e tirem fotos com o animal.

 

Quando acessei a jaula para tirar fotos da Paty, fui me abaixar na lateral do bicho, pois o Tigre Branco estava deitado no chão, então imaginei que o ângulo agachado seria melhor para uma boa foto. No que me abaixei o adestrador na hora me mandou levantar e falou para que não fizesse isso novamente pois era perigoso.

 

DSC_0466

DSC_0472

DSC_0478

DSC_0484

 

4 TIGRES DE BENGALA ADULTOS JUNTOS

DSC_0543

Quando saímos da jaula do Tigre Branco, nos dirigimos em direção a entrada do parque, para entrarmos em outra jaula de Tigre de Bengala. Nesta jaula havia 4 adultos de aproximadamente 2 anos cada.

 

Neste local é possível acessar a rede WIFI gratuita que o zoo oferece.

 

Como os tigres se cansam, os tratadores fazem uma espécie de revezamento entre eles, pois cada hora eles colocam um deles para ficar sobre a estrutura de madeira para tirarmos fotos.

 

DSC_0513

DSC_0519

DSC_0541

 

URSO

20150318_121411

Ao sair da jaula dos 4 Tigres de Bengala, nos dirigimos um pouco para baixo, para visitarmos o Urso.

Nesta jaula é possível comprar comida para alimentar o urso. É um doce que ele come na verdade. Você espeta em um espeto e coloca na boca dele. Cada saco com 4 quadradinhos desse doce custa R$ 2 reais ou 5 pesos.

 

E você obrigatoriamente tem que comprar, se não o urso não lhe dará atenção e as fotos não saíram boas. É uma jogada do parque para ganhar um pouco mais sobre os turistas.

 

DSC_0575

DSC_0560

 

FILHOTES DE LEÃO

 

DSC_0609

 

Quando chegamos de manhã, a visita aos filhos de Leão não estava disponível. Por volta das 11hs havia tratadores com eles. Então entramos para tirar algumas fotos.

 

Como o bichinho estava agitado (também passam centenas de pessoas por dia no parque e todos querem tocar e acaricia-los… não há quem aguente, rss) lhe deram uma coxinha de frango para ele comer enquanto tirávamos as fotos. Assim ele fica mais quieto sobre a palha.

 

DSC_0590

DSC_0596

DSC_0598

DSC_0603

 

FILHOTES DE TIGRE DE BENGALA

 

DSC_0671

 

Por último fomos visitar os filhos de Tigre Bengala. Essa foi a maior fila que pegamos, quase 1h, pois já passava das 14hs e o zoo estava cheio.

 

Havia 4 filhotes de 1 mês de Tigre de Bengala para que os visitantes pudessem pegá-los no colo e tirar fotos. Como eram muito novinhos, rapidamente se cansavam e os cuidadores faziam uma espécie de rodizio com os bichinhos.

 

DSC_0648

DSC_0655

DSC_0663

DSC_0667

 

ELEFANTE

 

No fim do zoológico há um espaço com dois elefantes Sharima e Arly. Ao entrar no espaço deles, você ganha um punhado de comida para dar para os bichos, que com a tromba agarram a sua mão e levam tudo. Eles também posam para as fotos junto com você.

 

Não conseguimos tirar fotos pois não deu tempo. Como falei no início, para fazer toda a visita por conta das filas leva muitas horas, por isso é muito importante chegar na abertura do zoo e correr para a fila dos felinos.

 

DROMEDÁRIO

 

Outra atração concorrida do Zoo Lujan é o passeio de dromedário, na verdade uma voltinha minúscula, mas pelo menos dá para sentir o gostinho de ser beduíno por um dia.

 

DSC_0626

 

OUTROS ANIMAIS

 

No Zoo Luján há ainda uma jaula com várias araras (que voam sobre você e montam no seu ombro) e um terrário com cobras e iguanas. Há ainda jaulas com cervos, cabras e macacos, além de alguns outros bichinhos mais “comuns”, esses só para ver e não tocar. E em todos os lugares, dentro e fora das jaulas, há cachorros de todas as raças, tamanhos e idades. A razão por esse fato curioso é que os cachorros interagem e brincam com os tigres e leões quando sentem alguma mudança de comportamento neles. De certa forma, eles sim agem como seguranças, e não os tratadores!

 

DSC_0613

DSC_0505

DSC_0638

DSC_0642

 

O QUE TEM PRA FAZER ALÉM DE VER OS ANIMAIS

 

Há um parquinho infantil do tipo que se encontra em praças: balanços e outros brinquedos para as crianças menores. Há um carrossel, mas esse é cobrado por fora (são 10 pesos). Um trenzinho aberto dá uma volta em torno do jardim dos tratores e dos carros antigos e também da grande jaula dos leões. As crianças gostam da experiência. Já o passeio de pônei é de chorar — a criança é colocada sobre o pônei, anda 2 metros pra lá, 2 metros pra cá e pronto.

Os carros antigos, carroças e tratores são uma parte interessante do local (e aumentam a sensação de se estar numa fazenda ou num sítio). As crianças podem subir em alguns e fazer pose de “estou dirigindo esse trator enorme, olha só!”. Lhamas e gansos circulam por ali, passeando entre os humanos.

 

DSC_0646

DSC_0645

DSC_0644

DSC_0641

DSC_0637

DSC_0636

DSC_0635

DSC_0624

DSC_0623

DSC_0622

DSC_0620

DSC_0507

DSC_0506

 

RETORNO AO NAVIO

 

Saimos do zoo por volta das 14hs pois teríamos que embarcar até as 17hs. Levamos aproximadamente 1h30 para chegar ao navio pois quase não pegamos trânsito na estrada.

 

FESTAS ITALINA

 

1ª FESTA – TEATRO

 

A MSC é uma companhia italiana. Então a noite foi bem festiva. Começou no teatro com brincadeiras da equipe de animação e homenagem aos profissionais e empresa.

 

Tivemos a apresentação de um brasileiro no musical cantado, Tiago Urrara. Ele é o único brasileiro que faz parte da companhia de artistas da MSC que estava trabalhando no MSC Poesia. Canta em português, inglês e italiano. Tem uma voz espetacular.

 

No fechamento da apresentação do musical ele cantou 3 clássicos da MPB. Foi sensacional!

 

DSC_0694

DSC_0696

 

2ª FESTA – THE ZEBRA BAR

 

No término do musical nos dirigimos para o The Zebra Bar e por lá encontramos a equipe de dança ensinando o pessoal a dançar músicas italianas.

 

A equipe de animação estava criando bótons com as cores da bandeira italiana e no outro lado da festa havia uma gincana de pesca, como aquelas que as crianças brincam em parques, fisgando os peixes, mas neste caso era fisgando barquinhos em miniatura do MSC Poesia.

 

DSC_0700

DSC_0703

DSC_0704

 

3ª FESTA – JANTAR

 

No jantar no Le Fontane, os garçons fizeram uma brincadeira e apresentação de gala a la italiano! Foi muito engraçado ver os garçons desfilando e o pessoal em clima de animação balançando os guardanapos coloridos!

 

DSC_0705

DSC_0706

DSC_0707

 

 

DSC_0708

DSC_0710

DSC_0717

 

O que tem achado de nosso passeio?

 

Possui dúvidas ou comentários? Post abaixo!

 

Jeff & Paty

Com Pé na Estrada

www.compenaestrada.com.br

 

Faça parte da comunidade Com Pé na Estrada!

 

Siga-nos no Facebook: http://www.facebook.com/compenaestrada

Faça parte do nosso Grupo no Face – https://www.facebook.com/groups/compenaestrada/

Siga nosso Insta: @ComPenaEstrada1 – https://instagram.com/compenaestrada1/

Veja nossos vídeos no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCgEwxFyLGrpgmJdqHKZdZxA

 

Mande suas dúvidas e/ou sugestões por e-mail: compenaestrada1@gmail.com

 

Seguro Viagem: Adquira seu Seguro Viagem com a Mondial Seguros nos Banners do Blog e ganhe 15% de desconto!

 

Booking: Toda compra realizada através dos banners do Booking em nosso Blog, o Com Pé na Estrada ganha uma comissão, mas você não tem nenhum custo extra, apenas nos ajuda a manter o blog ativo!

 

Marque suas fotos com a hashtag #compenaestrada

 

 

 

Anúncios

4 comentários em “Viagem de Cruzeiro – 5º dia – Buenos Aires – Argentina – Zoológico de Lujan + Festa italiana a Bordo!

  1. Pingback: Viagem de Cruzeiro – 6º dia – Montevideo – Uruguai – City Tour | COM PÉ NA ESTRADA

  2. Pingback: Viagem de Cruzeiro – 7º dia – Dia Livre à Bordo! | COM PÉ NA ESTRADA

  3. Pingback: Viagem de Cruzeiro – 8º dia – Desembarque – Caos Absoluto… | COM PÉ NA ESTRADA

  4. Pingback: Roteiro de 7 dias em um Cruzeiro pela América do Sul! | COM PÉ NA ESTRADA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s