Campos do Jordão! Amantikir, Arborismo no Bosque do Silêncio e Ducha de Prata.

Olá viajantes tudo bom?

Pela pela primeira vez, em quase 10 anos viajando, nós revisitamos um destino!

O retorno se deu por um motivo especial: Foi a primeira vez, desde que o Arthur nasceu há 4 anos, que fizemos uma viagem a dois! E o destino escolhido foi Campos do Jordão!

Visitamos Campos do Jordão em 2013. De lá pra cá, fizemos outros passeios em regiões serranas, que sempre relacionamos com frio e com fondue! Conhecemos também Monte Verde e Gramado. Extrapolando um pouco e pensando em fondue, também já visitamos os 2 principais restaurantes em São Paulo: Hannover e Chalezinho (este último só constam informações em nosso Instagram @compenaestrada1. Em breve será atualizado no Blog também).

Dessa vez, nós passamos 2 dias, apenas um final de semana em Maio de 2021. Antes de entrarmos nos detalhes da viagem, vale o destaque que a cidade estava literalmente lotada… Pensando em pandemia e Covid, jamais imaginaria que a cidade estaria tão cheia como estava. Pelo relato, vocês vão ver que a pousada em que ficamos hospedados estava lotada, fazendo até rodízio de horários para servir o café da manhã, e os restaurantes da cidade que servem fondue também apresentavam filas.

Mas vamos falar do que importa:

MOTIVO DA VIAGEM –  A GRANDE SURPRESA

O objetivo de fato foi termos um tempo a dois, para curtir e aproveitar sem as constantes interrupções de uma criança pequena! O Arthur é o máximo, um mega parceiro de viagens, mas estávamos precisando desse tempo de casal!

O dia começou super animado! Ninguém sabia da surpresa que eu havia preparado, então fui pegando todos no pulo do gato e alinhando as expectativas e dinâmica que eu precisaria fazer para que o dia alcançasse tudo que imaginei!

Na sexta-feira, dia 14/05/2021, levei o Arthur para a escola e falei para a Paty se preparar para tomarmos café da manhã fora de casa. Somente quando nos aproximamos, ela percebeu que se tratava da Padaria Belas Artes, localizada em Osasco.

Estamos morando em Osasco há pouco tempo, então terminamos o café da manhã e fomos passear um pouco pelo bairro. Mal sabia ela que esse “passeio” era proposital. Quando faltavam 10 min para às 10h, meu celular tocou um lembrete: Manicure!!! Eu havia pegado o celular dela semanas antes para encontrar o cel da manicure. Agendei um horário e pedi segredo para ela!

A reação da Paty quando percebeu do que se tratava foi o máximo! Ela ficou realmente feliz por essa surpresa tão inusitada!

Quando ela olhou para o pé e viu que estava de salto, me perguntou como faria as unhas do pé! Eu já havia me antecipado a isso. Quando desci o Arthur para levá-lo à escola, coloquei na mochila dele o chinelo dela! Assim o peguei no banco de trás do carro e dei pra ela!

A deixei na manicure e falei que ela precisaria voltar de Uber para casa, pois eu iria preparar a segunda etapa!

Voltei pra casa e comecei a arrumar as nossas malas e do Arthur, pois o Arthur iria passar o final de semana na casa dos meus pais, e nós iriamos para Campos do Jordão!

Deu tudo certo, consegui arrumar tudo sozinho e guardar tudo no porta malas. Assim, quando ela chegou em casa, pedi apenas para ela não entrar no quarto. Dessa forma, ela ficou imaginando que faríamos alguma coisa à noite, e o quarto talvez fosse o grand finale!

Ficamos alguns minutos em casa e já daria o horário de pegar o Arthur na escola. Um novo evento que tornaria arriscado que fosse tudo descoberto, é o peixe do Arthur, rss. Alguém precisaria ficar com ele, para podermos viajar. A minha desculpa em levar o peixe junto foi que ele morreria sem comida (até aqui ela pensava que seria apenas 1 noite fora). O caminho da casa dos meus pais é no mesmo sentido de Campos do Jordão. Assim fomos dirigindo pela marginal até que entramos no bairro e ela já pegou que estávamos indo para a casa dos meus pais.

Chegando na casa deles, ela viu a mala e entendeu que ficaríamos pelo menos uma noite fora. Minha mãe acabou dando com a língua nos dentes e soltou que seria o final de semana… Foi um pouco descoberto, mas ainda estava sob controle, dava para manter a surpresa!

Sendo assim, pegamos a estrada e durante o trajeto, com as placas de Campos do Jordão à vista, tudo que fiz durante todo o dia foi se tornando real e palpável!

Imagina a felicidade da patroa depois de um dia todo entre expectativas e surpresas!!!

ONDE NOS HOSPEDAMOS

Ficamos hospedados na Pousada Piazzale. Essa pousada fica literalmente em frente a Ducha de Prata. Quando fechei com eles, esse foi um dos diferenciais, mas não sabia que havia tantos outros pontos positivos!

A pousada fica pertinho do restaurante Tutti Buoni, onde tomamos Sopa e contaremos detalhes posteriormente, do parque A Selva, que fica dentro da Ducha de Prata, do Shopping Boulevard Ducha de Prata e também de um “centrinho comercial”. Foi uma excelente opção!

Ficamos acerca de 3km do centrinho de Capivari. Os trajetos de ida e volta fizemos de Uber, pois para estacionar por lá paga-se entre R$ 20,00 e R$ 40,00 o período. Parar o carro na rua é praticamente impossível.

A pousada em si é muito bonita. Parece um castelinho! Os quartos são ótimos, grandes, espaçosos e com calefação, tanto no quarto quanto no banheiro. A calefação é ligada todos os dias às 19h.

O café da manhã é feito por uma pessoa específica. Pelo que entendemos ela presta serviço para a pousada. É realmente de primeira, com muita variedade!

O café da manhã foi feito em 2 turnos, entre 8h e 9h e 9h e 10h. Nós escolhemos o primeiro horário para ficarmos livres depois. Um ponto de atenção aqui é que a disponibilidade do agendamento do café da manhã foi maior para quem chegou primeiro na pousada. Quem chegou à noite teve de se encaixar nos horários que estavam livres.

Pegamos na hospedagem de 2 dias com Café da Manhã e Upgrade para a acomodação Luxo Casal com Varanda o valor de R$ 686,21.

ATIVIDADES TURÍSTICAS

Como já havíamos visitado alguns pontos turísticos em 2013, resolvemos conhecer outros locais:

1 – AMANTIKIR


No sábado de manhã, visitamos o Amantikir. Este é um parque gigantesco com muito, mas muito verde. Tiramos fotos lindas e vimos paisagens maravilhosas!

Achei bem salgado para entrar. Pagamos o valor de R$ 60,00 por pessoa + R$ 10,00 pelo estacionamento. E eles aceitam somente débito ou pix, sabendo que o débito há bastante instabilidade e por vezes pode não funcionar. Vale ressaltar que doadores de sangue, apresentando a carteirinha, tem 50% de desconto, além de outros grupos prioritários já conhecidos (idosos, militares, professores, etc.).

Chegamos no parque por volta das 9h45. Havia uma fila enorme de carros. Para chegarmos até o estacionamento levamos algo em torno de 10 minutos. Uma vez estacionado o carro, nos dirigimos para a entrada do parque.

Chegando, são feitas 4 filas onde um instrutor nos explica o porque o nome Amantikir e como funcionará a nossa visita. Levamos mais 10 mins para conseguirmos então acessar a fila de pagamento.

A fila de pagamento é dividido entre quem quer pagar com cartão/pix e quem vai pagar por dinheiro. A fila do dinheiro fica bem pequena, pois afinal de contas, quem hoje em dia vai andar com tanto dinheiro assim, pensando que cada entrada custa R$ 60,00… Achamos bem ruim a experiência. Somente nesta fila de pagamento, levamos pelo menos mais 10 min. Somando tudo entre chegarmos ao parque, estacionarmos, irmos para a fila, pagarmos e entrarmos, levamos pelo menos 30 minutos.

A lenda por trás do parque Amantikir, é que houve uma princesa Tupi que se apaixonou pelo Sol e ele por ela, causando a ira da Lua. Enciumada, a Lua se queixou ao Deus Tupã, que decidiu erguer uma enorme montanha e prender dentro dela a indiazinha. De tanta tristeza, o Sol sangrou o poente. A Lua arrependida, chorou as constelações, ao ver a dor do seu amado. Segundo a lenda, desde então, todos os dias quando o Sol nasce, a princesa chora de saudades, parando apenas quando o Sol se põe. Suas lágrimas formam as nascentes, córregos e rios da serra. Daí Amantikir – “a montanha que chora”. (Que tornou-se Mantiqueira na pronuncia dos lusitanos).

O parque é dividido em diversos setores, cada um deles trazendo flores e plantas específicas. Há o setor bronze que apresenta o Jardim Japonês e o Jardim Chinês; O setor lilás que apresenta o Jardim Romântico e o Jardim de Sombra; O setor laranja, apresenta o Lago das Pontes, o Bosque Outonal, Tapete Verde e a Estufa; O setor verde apresenta o Rock Garden, Labirinto de Grama, o Labirinto Clássico e o Jardim Inglês; O setor vermelho apresenta o Mirante, Jardim Árido, Jardim de Raízes, Jardim de Capins e Coníferas; O setor amarelo apresenta os Patamares; O setor azul apresenta o Jardim Austríaco, Lareira, Jardim Francês, Espelho D’água e o Jardim Autorial; O setor cinza apresenta a Trilha das Bromélias.

Abaixo deixaremos algumas fotos e vídeos onde poderão contemplar um pouco da beleza desse lugar (vejam as fotos e imaginem em um dia de Sol, como não deve ficar ainda mais belo!).

Uma atividade muito legal é passar pelo Labirinto! Tenho memórias de infância visitando este local!

No jardim também há como visitar uma enorme casa na árvore de 2 andares. Fantástico!


2 – BOSQUE DO SILÊNCIO


Esse é um outro parque, extremamente próximo da Pousada Piazzele. Creio que dá menos de 1km de distância. Descendo do parque e da Ducha de Prata, é o primeiro parque a esquerda.

Há diversas atividades para serem feitas: Arborismo (que falaremos abaixo pois foi a atividade que fizemos), Mini-Golf,  Paintball, Rapel, Montanhismo, Trihas, entre outros.

O bosque é gerenciado pela empresa Altus Turismo Ecológico. Se você quiser apenas visitar o parque, que é bem pequeno e simples, apesar de bom bonito, você paga o valor de R$ 10,00 por pessoa. O estacionamento é gratuito. No parque em si, tem 3 pequenas trilhas, que você pode fazer, tirar umas fotos e depois ir embora. Na entrada há um pequeno restaurante que serve itens para um café da manhã.

Nós resolvemos também fazer o Arborismo. Eles tem 3 circuitos (segredo é chegar entre 9h e 10h no MÁXIMO, para participar da janela das 10h30, em qualquer circuito que queira fazer. Pois se algo atrasar e você estiver no horário seguinte, terá que ficar esperando. Foi o que fizemos.):


a) Circuito Macaco Prego


São 16 travessias entre 4 e 22 metros de altura, que termina em uma tirolesa de 200 metros. Crianças a partir de 7 anos podem fazer o circuito. A duração aproximada é entre 50min e 1h30, dependendo da quantidade de pessoas no grupo.

Este passeio custa R$ 90,00 por pessoa.


b) Circuito do Macaco Bugio


São 15 travessias onde o destaque são as longas pontes em grandes alturas, finalizando em uma tirolesa de 200 metros. Crianças a partir de 7 anos podem fazer o circuito. A duração aproximada é entre 50min e 1h30, dependendo da quantidade de pessoas no grupo.

Este passeio custa R$ 90,00 por pessoa.


c) Circuito King-Kong (Circuito Completo)

Foi este que nós fizemos! São os 2 circuitos juntos, Macaco Prego e Macaco Bugio, totalizando 28 travessias em quase 2km de arborismo. Crianças a partir de 7 anos podem fazer o circuito. A duração aproximada é entre 1h30 e 2h30, dependendo da quantidade de pessoas no grupo.

Ressalto que nesta atividade, nós levamos 3h30 em 10 pessoas.

Abaixo segue como foi a nossa experiência no arborismo!

Eu filmei praticamente todo o trajeto. Alguns não tinha como, pois realmente precisava das 2 mãos. Apesar de ter conseguido filmar, as vezes pode dar a impressão de ter sido fácil… Longe disso, vocês podem ver no vídeo que há partes que eu tenho que me virar para segurar a GoPro e continuar andando e superando os obstáculos. Foi realmente desafiador.

Abraçando a árvore para recuperar o folego e se conectar com a força da mãe terra!

Em linhas gerais o que podemos falar, é que se não houvesse outras pessoas conosco no circuito, ele seria finalizado em algo em torno de 50 min a 1h, é praticamente o tempo que temos de filmagem.

Nós pagamos o valor de R$ 120,00 por pessoa mais os R$ 10,00 do estacionamento via Pix. Assim como no Amantikir, não aceitam crédito. Somente débito ou Pix.

Vale ressaltar e no final do primeiro vídeo vocês podem conferir, por incrível que pareça, em todas essas dificuldades de travessia, uma criança de 6 anos nos acompanhou do início ao fim no trajeto e conseguiu concluir todo o circuito de forma espetacular. Menina fora de série, extremamente corajosa e habilidosa. Seus pais algumas vezes ficavam cambaleando e tendo dificuldades, mas ela foi que foi e terminou junto conosco!

Há também um circuito Kids. Quando chegamos vimos uma criança de 4 anos fazendo o circuito de forma muito tranquila. O menino estava acompanhada pelo instrutor e a mãe olhando embaixo. Ele fez rapidinho e sem problema!

Este passeio custa R$ 40,00 por pessoa.

3 – DUCHA DE PRATA

Como estávamos hospedados em frente a Ducha de Prata, o primeiro passeio que fizemos pelo sábado de manhã foi necessário apenas atravessarmos a rua!

Este ponto turístico, nós já havíamos visitado em 2013, porém ao chegarmos vimos que havia um novo espaço criado: A Selva!

Foi muito legal voltar em um local que estávamos anteriormente, acompanhar as melhorias e até mesmo comparar a qualidade das fotos que tiramos em 2013 e as que tiramos agora em 2021!


DCIM\102GOPRO\GOPR5675.JPG

4 – A SELVA

Esse espaço fica dentro da Ducha de Prata. É gratuito a entrada, basta permitir que o pessoal tire 2 ou 3 fotos suas, para que no final do trajeto te mostrem um chaveiro que custa R$ 10,00. Caso queira, poderá adquiri.

Nós não adquirimos a foto, pois achamos bem pequeno e irrelevante. Se fosse um imã para a nossa coleção, a chance de comprarmos teria sido maior!

RESTAURANTES


Basicamente nós ficamos no entorno do centrinho de Capivari, tanto para nos movimentarmos quanto para nos alimentarmos.

Na primeira noite, logo na sexta feira, resolvemos comer um fondue. Há inúmeras opções, inclusive o Trattoria que comemos na primeira vez que fomos a Campos do Jordão. Todavia decidimos experimentar um novo local. Vimos vários restaurantes oferecendo o rodízio por R$ 60,00 a R$ 70,00 por pessoa. Lendo vários blogs e artigos, vimos que os melhores fondues, os que realmente usam uma boa carne e também um bom queijo, custam no mínimo R$ 100,00 por pessoa. Se olharmos pelos principais restaurantes de São Paulo, o Hannover e o Chalezinho, ainda sim é bem mais barato.

1 – MERCEARIA CAMPOS


Olhando as opções resolvemos experimentar o Restaurante Mercearia Campos. O restaurante estava lotado e com fila. Havia mesas tanto na rua quanto internas. O ambiente era todo aberto, sem janelas e com música ao vivo. Apesar do ambiente circular bastante ar, ainda assim ficamos com receio pois de fato estava muito lotado.

Esperamos por cerca de 5 a 7 min, não mais do que isso e logo conseguimos uma mesa interna. O restaurante oferece música ao vivo. Por conta da pandemia, eles precisam fechar até as 22hs. Há uma placa na entrada do restaurante informando que a entrada ocorrerá até as 21hs, depois é encerrado o atendimento.

Fomos maravilhosamente bem atendidos por um senhor. Ele foi muito simpático e atencioso. Eu sempre me impressiono com bons atendimentos, o que deveria ser padrão, mas sabemos que infelizmente não é. Por diversas vezes, ele vinha até a mesa para ajustar o fogo, tomava cuidado para o queijo e o chocolate não queimarem. Realmente fantástico!

Quando terminamos de comer, fiz questão de elogiá-lo e parabeniza-lo pelo atendimento. Fora da curva.

Pagamos no rodízio de fondue o valor de R$ 100,00 por pessoa, mais 2 refrigerantes que tomei e uma água da Paty. Houve a cobrança do couvert de R$ 5,00. Confesso que fiquei até surpreso, pois achei que seria bem mais caro. No fim das contas, gastamos algo em torno de R$ 260,00 considerando os 10%.


2 – RESTAURANTE BENTOS BURGUER


Esse foi o restaurante que almoçamos no centro de Capivari. Como saímos do Amantikir extremamente tarde, era mais de 14hs, e ainda começou a chover, tentamos procurar algo que nos atendesse para uma refeição rápida, pois queríamos descansar antes de iniciar a night!

Esse restaurante apesar de bem simples, nos surpreendeu pelo atendimento e pelo sabor da comida. Pedimos pratos bem básicos: Contra Filé e Omelete. Os pratos acompanham salada.

Fizemos uma refeição bem rápida e saborosa. Gastamos algo em torno de R$ 60,00


3 – TUTTI BUONI


Este foi um achado! Literalmente do lado da Pousada Piazzale. Olha como de fato a escolha da estadia foi perfeita!

Nosso objetivo era tomar caldo. Procuramos na internet e esse foi o único restaurante que aparecia com o nome de Caldos: Tutti Buoni Caldos e Sopas

No sábado a noite, nos arrumamos e chegamos no local por volta de umas 19h15. O local é pequeno mas muito charmoso.

Antes de irmos eu havia entrado no TripAdvisor para ler a respeito. Confesso que fiquei um pouco preocupado, pois aparentemente é um restaurante que causa amor ou ódio. Impressionante os feedbacks. Alguns citam como maravilhoso, outros como horrível. Como o intuito era tomar um caldo e os feedbacks de caldos estavam legais, nós fomos.

Pedimos um Caldo Verde e uma Canja de Galinha. O curioso é que o caldo verde, que SEMPRE vem com Linguiça Calabresa, neste estabelecimento é tratado como complemento, custando R$ 3,00. Como não tínhamos o que fazer, pois se viesse sem a linguiça não seria Caldo Verde, acabamos pedindo.

O prato foi servido bem rápido e realmente estava uma delicia!

Como praticamente todos os estabelecimentos que fomos, este também não aceita crédito. O pagamento pode ser feito apenas em débito ou Pix. A nossa conta ficou em torno de R$ 70,00. Eles não cobram 10%. Achei interessante.

E você, já visitou Campos do Jordão?

O que achou desses locais que visitamos? Nos sugere algum outro para conhecermos?

Nos conte sua experiência!

Jeff & Paty & Arthur

Com Pé na Estrada

www.compenaestrada.com.br

Faça parte da comunidade Com Pé na Estrada!

Siga-nos no Facebook: http://www.facebook.com/compenaestrada

Faça parte do nosso Grupo no Face – https://www.facebook.com/groups/compenaestrada/

Siga nosso Insta: @ComPenaEstrada1 – https://instagram.com/compenaestrada1/

Veja nossos vídeos no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCgEwxFyLGrpgmJdqHKZdZxA

Mande suas dúvidas e/ou sugestões por e-mail: compenaestrada1@gmail.com

Seguro Viagem: Adquira seu Seguro Viagem com a Mondial Seguros nos Banners do Blog e ganhe 15% de desconto!

Booking: Toda compra realizada através dos banners do Booking em nosso Blog, o Com Pé na Estrada ganha uma comissão, mas você não tem nenhum custo extra, apenas nos ajuda a manter o blog ativo!

Airbnb: Cadastre-se no Airbnb e ganhe R$100 de desconto em sua primeira aventura. Aqui está o link do meu convite: https://abnb.me/e/AaiHnfMSoL

Uber: Quer desconto no Uber? Utilize nosso código: 7tbfbvppue

99Táxi: Quer ganhar R$ 10 de desconto no 99POP? Clique no link e veja como ativar seu desconto na sua 1ª corrida!, https://d.didiglobal.com/qlP41JDwZq5nZ?t=whatsApp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s