A vida de uma Au Pair Brasileira nos EUA – 1ª Parte

AU PAIR IN AMERICA 2

1ª PARTE – O SONHO, A PREPARAÇÃO, A VIAGEM E O TREINAMENTO!

 

Olá pessoal! Tudo bem com vocês?

 

Hoje, iniciaremos uma jornada de histórias e aventuras que envolveram a minha estada nos Estados Unidos da América!!! O maior sonho da minha vida, os medos, a saudade e as alegrias de quem viveu um ano no país do Tio San!

Espero que vocês gostem desta narrativa e que ela os inspire a acreditar e alcançar os seus sonhos também!!! Vamos ao que interessa!!! O primeiro capítulo desta história começa agora!!!

 

 AS DIFICULDADES

 

Desde que me entendo por gente, o sonho da minha vida era ir aos EUA. Não tinha muita pretensão de morar lá, mas, só de aprender a Língua Inglesa, motivo do meu fascínio, estaria satisfeita.

Não era segredo para ninguém esse meu desejo, mas esses eram planos para o futuro, afinal, eu era apenas uma adolescente nesta época.

Em 11 de setembro de 2001, aos meus 16 anos, algo se interpôs no meu caminho: um atentado terrorista contra as Torres Gêmeas! Você pode se perguntar: o que isso tem a ver? E eu te respondo: TUDO!!! Desde esse triste episódio, a América se fechou para se resguardar de situações dessa natureza. Como eu soube disso? Meu pai trabalhava numa empresa de turismo e me deu uma notícia fatídica: esqueça seu sonho…você nunca vai conseguir visto para visitar os EUA.

Além desse fato, a falta de informações agigantava as barreiras e tornavam esse caminho muito mais longo do que de fato foi.

Enfim, alguns anos se passaram e, no último ano da faculdade de Letras, empenhei-me na busca por informações e descobri um caminho bastante atraente para realizar o meu sonho dentro das condições financeiras que dispunha na época: me cadastrar num programa de trabalho e estudo como Au Pair (babá).

Um mundo de possibilidades se abriu, mas a língua, que eu ainda não dominava, era um fator que me gerava receio…Foi então que, divinamente, conheci uma família brasileira que se dispôs a me receber nos Estados Unidos através desse programa!!! Ufa!!! Desse modo, teria o tempo necessário para me adaptar e aprender a língua!!!

 SOBRE O PROGRAMA AU PAIR IN AMERICA

AU PAIR IN AMERICA

Au Pair é um programa de intercâmbio cultural aprovado pelo governo americano, que oferece a oportunidade única de morar legalmente por um ano nos Estados Unidos, trabalhando, estudando e recebendo salário em dólar.

 

COMO EU FIZ?

 

Através da agência Experimento, tive as informações necessárias sobre o programa e a segurança de saber que toda a documentação estava transitando numa empresa séria, experiente nesse assunto.

É muito comum nos EUA a contratação de babás. E muitas famílias americanas optam por contratar uma moça estrangeira com o objetivo de proporcionar aos filhos o contato com uma cultura diferente e, algumas vezes, com uma língua diferente.

Assim, essas famílias se cadastram nesse programa para receber moças estrangeiras nas suas casas nos Estados Unidos, ou seja, as babás vão para morar com essas famílias por um ano, podendo estender o programa por mais um, caso queiram, com a mesma família ou com outra.

Depois de se cadastrar no programa, antes de tirar o visto, a candidata a Au Pair deve aguardar um contato de uma família americana para checarem as expectativas e fazerem um matching (acordo de interesses). Nesses contatos, a família vai expor o estado onde ele vive, quantos filhos tem e, se nada disso for do interesse da candidata basta ela agradecer e esperar um outro contato, que seja de seu interesse.

Algo legal dessa relação é que a decisão está nas mãos da candidata a Au Pair, logo ela não está obrigada a aceitar o primeiro convite que lhe fizerem. Ela pode considerar as propostas (que podem ser recebidas simultaneamente) e decidir por aquela que for melhor para ela.

 

Sobre o cadastro no programa, seguem algumas informações importantes que também podem ser obtidas no site da agência experimento:

 

 COMO SE CADASTRAR:

 

1 – Escolha a agência que mais lhe agrada para se vincular

2 – Aguarde o contato das famílias (propostas)

3 – Aceitando uma proposta, feche o contrato

4 – Tire seu passaporte –

Passo a Passo para Emitir um Passaporte Brasileiro

5 – Tire seu visto –

Visto para os Estados Unidos: Passo a Passo para Solicitação

 

PRÉ-REQUISITOS

 

– Ter entre 18 e 26 anos;

– Sexo Feminino;

– Ser solteira e sem filhos;

– Conhecimento intermediário de inglês;

– Gostar de crianças;

– Ter 200 horas de experiências com crianças nos últimos 3 anos;

– Ter concluído o Ensino Médio;

– Carteira de motorista.

 

 PRÉ-REQUISITOS ADICIONAIS PARA OS PROGRAMAS EXCLUSIVOS:

 

Au Pair Extraordinaire:

É necessário ter graduação completa em Pedagogia ou 2 anos de experiência integral com crianças.

 

Educare:

Preferência por experiências com crianças em idade escolar. É necessário ter carteira de habilitação há pelo menos 6 meses e dirigir regularmente.

 

 BENEFÍCIOS:

 

– Remuneração Semanal de U$195,76

– Bolsa de Estudos de até US$500

– Orientação de 4 dias nos Estados Unidos em hotel 4 estrelas

– Seguro saúde com cobertura de US$50.000,00

– Documento DS2019 para obtenção de visto

– Acomodação em quarto individual/todas as refeições

– Duas semanas de férias remuneradas

– Mínimo de 1 dia e meio e folga por semana

– Passagem aérea internacional com valor promocional

– Um final de semana livre por mês, no mínimo

– Opção de viajar pelos EUA ao final do Programa

 

Além de todos esses benefícios, a Au Pair tem a vantagem de viajar durante suas férias e até mesmo com a família, podendo conhecer melhor a cidade onde está morando ou outras cidades dos Estados Unidos. Outra grande vantagem é a extensão do programa por 1 ano.

 

Para o Programa Au Pair Extraordinaire o salário é de US$ 250,00/ semana (carga horária de até 45 horas semanais de trabalho) e para o Educare, o salário é de US$ 146,81/ semana (carga horária de até 30 horas semanais de trabalho). No programa Educare a participante terá uma bolsa de estudos de até US$ 1.000,00.

 

SEGURO SAÚDE:

 

O seguro básico está incluso em todas as opções de programa oferecidas pelo Au Pair in AmericaEsse seguro é válido para os 12 meses de programa e cobre despesas até U$ 50.000 (cinquenta mil dólares). Como você terá 01 mês de férias ao final do programa, e neste período é obrigatório que esteja coberta pelo seguro, recomendamos que adquira uma das opções de upgrade disponível e oferecida pelo Au Pair in America. Consulte seu consultor Experimento, para maiores detalhes!

 

Você também pode fechar com o Blog Com Pé na Estrada seu Seguro e ainda obter 15% de desconto! Veja como:

 

Seguro para Viagem – Mondial Seguros – Parceria com o Blog Com Pé na Estrada! Segurança Total para sua Viagem!

 

Mondial Seguros

COMPONENTE EDUCACIONAL:

 

Por determinação da United States Information Agency (USIA) toda au pair é obrigada a cumprir um mínimo de 3 horas semanais (Au Pair e Extraordinaire) ou 6 horas semanais (Educare) durante os termos letivos em uma instituição educacional creditada.

 

No Au Pair e Extraordinaire, a família americana paga até US$ 500 pelo curso. No Educare a família americana paGa até US$ 1000 pelo curso. A família hospedeira e a coordenadora local a ajudará na escolha e matrícula do curso desejado.”

 

Custos para vinculo com a agência:

 

Esses são os valores atuais de Fev 2015:

 

Inscrição: R$ 795,00 à vista ou parcelado em 5X SEM JUROS de R$ 159,00 para pagamento em cheque ou cartão de crédito VISA ou MASTERCARD* ou R$ 795,00 em 10X SEM JUROS (1+9) através do Santander Financiamento.

Teste de Inglês – iTEP – US$ 40, isento para testes realizados até 28 de Fevereiro de 2015.

Após colocação na família e visto americano concedido,  a participante deverá efetuar o pagamento, diretamente para o Au Pair in America, das seguintes quantias:

*Para participantes que se aplicarem ao programa Au Pair ou Au Pair Extraordinaire
US$ 860,00

*Para participantes que se aplicarem ao programa Educare
US$ 1.195,00

 

 PASSAPORTE E VISTO AMERICANO

 

Passaporte

 

 

A família com a qual eu fiz o matching precisava de mim em fevereiro de 2008, mas nossos primeiros contatos ocorreram em outubro de 2007 e eu não tinha passaporte…

É de conhecimento de todos que, devido às férias escolares em dezembro, os serviços da Polícia Federal tornam-se mais morosos devido à grande procura por emissão de passaportes, etc. No meu caso não foi diferente; tive bastante dificuldade para tirar meu passaporte em apenas uma semana, mas consegui!

Pra você que não sabe o caminho para realizar esse procedimento, deixo como sugestão a leitura dessa matéria:

 

Veja como tirar seu passaporte no link ao lado: Passo a Passo para Emitir um Passaporte Brasileiro

Veja como tirar seu visto americano: Visto para os Estados Unidos: Passo a Passo para Solicitação

Caso seu visto americano esteja vencido, veja como renová-lo: Renovação do Visto Americano: Como Fazer?

 

Visto.Americano

 

Tudo pronto, mas ainda faltava o principal…o mais temível…O Visto!

Com toda a documentação do programa de Au Pair em mãos, com o endereço da família que me receberia nos EUA, com os extratos bancários dos meus pais, escritura da nossa casa, entre outros documentos, lá fui eu encarar o entrevistador para o visto!

Na cabine, eu sabia que podia fazer a entrevista na minha língua materna, o Português, mas, sei lá por que cargas d’água, na hora de falar, saiu da minha boca um “hi” e lá se foi minha chance de manter um diálogo em Português! Rsrs Agora que havia começado em Inglês, iria até o fim! Graças a Deus, as perguntas foram básicas:

 

Onde você vai ficar nos EUA?

O que você vai fazer lá?

De quantas crianças você vai cuidar?

Qual é a idade delas?

 

Visto aprovado, realizei o pagamento de uma taxa no próprio Consulado Americano e fui embora!!! Antes que eles mudassem de ideia rsrs

 

 PDI – PERMISSÃO INTERNACIONAL DE DIREÇÃO OU CARTEIRA DE HABILITAÇÃO INTERNACIONAL

 

PDI-Permissão-Internacional-de-Direção-ou-Carteira-de-Habilitação-Internacional-capa

 

As crianças americanas fazem muitas atividades, por isso, dependendo da idade delas, é imprescindível que a candidata saiba dirigir para poder levá-las às aulas de natação, ballet, luta, cursos/acampamentos de férias, etc.

Em janeiro de 2008, tirei minha PDI na Car Club do Brasiil, bastando realizar o pagamento de uma taxa para elaboração do documento, apresentar a carteira de habilitação brasileira e uma foto 3×4. Para mais informações, segue o link do site dessa empresa:

 

Veja o passo a passo de como tirar sua PDI – Permissão Internacional de Direção ou Carteira de Habilitação Internacional

 

 A PARTIDA

 

Tudo aconteceu tão rápido, que nem deu muito tempo para pensar no grande passo que estava dando…

Tive algumas despedidas (farewell): festas em família, com os amigos, e chegou o grande dia de partir!

Para voos internacionais, é solicitado que o passageiro chegue com bastante tempo de antecedência, se não me engano, com 3 horas de antecedência. Por morar na Zona Norte de São Paulo, não muito distante do Aeroporto de Guarulhos, meu pai fez as contas do tempo que seria necessário para chegarmos lá e, de malas prontas, entramos no carro rumo ao aeroporto.

Estávamos todos muito nervosos, afinal, seria um ano de ausência e quilômetros de distância que nos separariam a partir daquele instante. De repente, meu pai se perdeu, e se perdeu de novo, e não encontrava o caminho de volta para o Aeroporto…Por longos minutos eu pensei que meu sonho iria por água abaixo…

Totalmente atrasados, chegamos ao portão de embarque, onde me despedi, finalmente, das minhas amigas e da minha família!!!

CT0005

SENTIMENTOS NO AVIÃO

 

Esta era a minha primeira viagem internacional! Muitos sentimentos passavam pela minha cabeça, os quais, depois, relatei em meu diário, cuja cópia descrevo a seguir:

 

“Pouquíssimas vezes em minha vida me lembro de ter me sentido assim; como quem observa a própria existência, ou melhor, como expectadora de um acontecimento. Hoje, 03.02.2008, senti-me assim, fora de mim. Na verdade, ainda não acredito que tudo isso está acontecendo comigo. É como se minhas pernas fossem sozinhas, por vontade própria, trilhar outros caminhos; é como se elas fossem a parte mais corajosa de mim, aquela que não hesita, mas vai sempre adiante…Elas, as minhas pernas! Ao sorrir pra mim mesma neste momento em que as emoções são múltiplas, percebo as consequências que este grande passo trará para a minha vida. É muito prematura a ideia que faço de meu futuro, mas sei que esta minha decisão já alterou alguma coisa nele, alguma linha do meu destino. Pra ser sincera, sempre quis que isso acontecesse, mas não pensava em ver tão cedo uma meta que pretendia alcançar com mais tempo, não que isso seja ruim, é apenas diferente do que eu esperava. O tempo e as situações dirão se estava ou não preparada para tantas mudanças.”

 

A viagem foi ótima e, antes que eu pudesse perceber, estava desembarcando em Nova Iorque para realizar o treinamento para a função em que trabalharia pelos próximos 12 meses!

 

HOTEL HOLLIDAY IN

AU PAIR IN AMERICA 4

Fiquei hospedada neste maravilhoso hotel por 4 dias, período em que ocorreu o treinamento.

Devido às intensas horas de curso, pouco aproveitei da estrutura desse local, mas posso dizer que tenho boas recordações sobre a recepção, alimentação e acomodações no Hotel.

No tempo em que estive no hotel, sofri com as torneiras do chuveiro, pois por uma sai água quente e por outra, água fria. Não estava acostumada com esse sistema e, com o frio que fazia em Satamford, Connecticut, não podia correr o risco de tomar banho frio, por isso minha colega de quarto me quebrou um grande galho!

 

No banheiro também havia um secador e uma cafeteira…sim, uma cafeteira rs

 

SOBRE O TREINAMENTO

 

Para ser bem sincera, a falta de proficiência na Língua Inglesa me impediu de absorver muito do conteúdo exposto nos quatro dias de treinamento.

Ainda bem que estavam frescas em minha mente as muitas aulas que tive sobre educação infantil no CEFAM (Centro Específico de Formação e Aperfeiçoamento do Magistério).

De qualquer forma, é interessante que o programa disponha desse tipo de conteúdo educacional, o que reafirma a seriedade do seu trabalho.

A capacitação da mão-de-obra também transmite mais segurança às famílias.

 

 

E você já fez intercâmbio?

Tem interesse?

Não deixa de conferir os posts dos próximos dias para obter todas as informações que precisam!

 

Jeff & Paty

Com Pé na Estrada

www.compenaestrada.com.br

 

Faça parte da comunidade Com Pé na Estrada!

 

Siga-nos no Facebook: http://www.facebook.com/compenaestrada

Faça parte do nosso Grupo no Face – https://www.facebook.com/groups/compenaestrada/

Siga nosso Insta: @ComPenaEstrada1 – https://instagram.com/compenaestrada1/

Veja nossos vídeos no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCgEwxFyLGrpgmJdqHKZdZxA

 

Mande suas dúvidas e/ou sugestões por e-mail: compenaestrada1@gmail.com

 

Seguro Viagem: Adquira seu Seguro Viagem com a Mondial Seguros nos Banners do Blog e ganhe 15% de desconto!

 

Booking: Toda compra realizada através dos banners do Booking em nosso Blog, o Com Pé na Estrada ganha uma comissão, mas você não tem nenhum custo extra, apenas nos ajuda a manter o blog ativo!

 

Marque suas fotos com a hashtag #compenaestrada

 

 

Anúncios

2 comentários em “A vida de uma Au Pair Brasileira nos EUA – 1ª Parte

  1. Pingback: A vida de uma Au Pair Brasileira nos EUA – 2ª Parte | COM PÉ NA ESTRADA

  2. Pingback: 8 Dicas de Como Dirigir e Alugar Carro nos EUA? | COM PÉ NA ESTRADA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s