Viagem de Cruzeiro – Dica para economizar até 40%!

Quem já não sonhou em fazer uma viagem de cruzeiro, não é verdade?

 

Quem olha de fora imagina todo o glamour, status, riqueza e muitas vezes até poder que este tipo de passeio lhe proporciona. Mas o fato é que todos podem desfrutar deste passeio e ainda conhecer vários roteiros nacionais ou internacionais!

 

Atualmente existem cruzeiros para todos os perfis, desde os que querem agito 24 horas até os que procuram a calmaria do mar. E os preços são em conta. Dá pra pegar seu par e encarar as águas do oceano sem medo.

 

Se você sonha em fazer este tipo de passeio, pare de sonhar e o torne realidade!

cruzeiro

Continuar lendo

Anúncios

Primeira Viagem de Cruzeiro? Veja Dicas para os Navegantes!

??????????????????

 

ANTES MESMO DE PENSAR EM RESERVAR SUA CABINE

 

A escolha da companhia marítima é o ponto decisivo entre o cruzeiro dos sonhos e o pesadelo em alto mar. Existem dezenas de empresas que que operam na costa brasileira e centenas pelo mundo. Certamente todas buscam se diferenciar em algum requisito, seja pelo preço, pela qualidade do serviço prestado, tamanho do navio, tipos e qualidade das comidas e bebidas servidas, quantidade de estrelas, atividades à bordo, etc.

Tendo em vista todos estes pontos, escolher a companhia certa para sua viagem não é fácil, visto que você tem que alinhar suas expectativas com quanto pode pagar, e sempre queremos pagar pouco e esperar muito!

Certamente no Brasil as mais conhecidas e bem avaliadas são a MSC, a Costa e a Royal Caribbean. Elas não tem os cruzeiros mais baratos, mas a qualidade é ótima, o que faz valer o custo benefício. Escolhendo uma dessas empresas, com certeza você terá uma satisfação entre 80 e 100%.

Faça uma pesquisa básica sobre a companhia que você está para fechar no site Reclame Aqui. Não se apegue a “reputação” da empresa, mas veja quais são as reclamações mais frequentes e qual é a resposta que a companhia oferece. É um bom indício de quais são as melhores companhias.

Atualmente os cruzeiros temáticos são muito populares e tem para todos os gostos: cruzeiros fitness, de artistas, flash back, carnaval, encontros de grupos específicos… Escolha bem seu cruzeiro, compare com o seu perfil e o que você espera desta viagem. Ir para um cruzeiro de carnaval procurando paz e sossego é totalmente incoerente. Do mesmo modo dificilmente você encontrara vários jovens no cruzeiro do Roberto Carlos. Na dúvida, prefira um cruzeiro sem tema.

Se você quer viajar sozinho(a) vá sem medo. Cruzeiros tem entretenimento garantido, as pessoas são mais receptivas e você ficará muito a vontade. Só tem um problema: quase todas as cabines são para no mínimo duas pessoas, então você pagará o preço de duas pessoas mesmo indo só. Pouquíssimas companhias tem cabines para uma pessoa, e mesmo os que tem, custa quase o mesmo que a cabine dupla.

 

A RESERVA DA CABINE

 

Você pode reservar seu cruzeiro diretamente com a companhia marítima ou através de agências de viagens. Em geral os preços são os mesmos. Prefira a agência pois traz mais comodidades. Mas não deixe de pesquisar o preço e verificar se comprando diretamente com a companhia não sai mais barato.

Leia atentamente o contrato do cruzeiro.

Quando possível escolha sua cabine! Ela será seu castelo durante toda a viagem e é muito importante escolher a cabine certa para você. Tudo que você precisa saber é:

Cabines internas: são pequenas, sem janela e o banheiro é muito pequeno. São ótimas para quem quer trancar a porta e dormir, pois como não tem janelas é só apagar a luz e escuridão é total. São as que menos balançam e as mais baratas também.

Cabines externas: iguais as cabines internas, mas com uma janela que não abre. Na minha opinião são péssimas. A janela deixa entrar muita claridade, mesmo com a cortina fechada, e como não abrem costumam embaçar, não lhe dando vista nenhuma. São mais caras que as internas.

Cabines externas com varanda: maiores que as anteriores, tem uma varandinha para que você possa apreciar a vista. São consideravelmente mais caras se comparadas com as internas, mas se você puder pagar ou for a única disponível é uma ótima opção.

Suítes, Deluxe e Presidências: cabines enormes, algumas chegam a ter cem metros quadrados. Elas têm camas maiores, salas de estar, varanda e algumas até banheiras. É nelas que os reis se hospedam. Os mimos nestas cabines são diferenciados das outras: geralmente elas são decoradas com flores, obras de arte, tem frutas a disposição, frigobar cheio, amenidades no banheiro exclusivas e muitas outras vantagens. É claro que estas cabines são para poucos, custando até dez vezes mais que uma cabine interna.

 

Diferente de hotéis, geralmente sabemos no momento da reserva o número exato da cabine e sua localização.

Saiba onde sua cabine está localizada! Cabines na proa e na popa balançam mais, prefira as cabines no meio do navio. Veja também onde ela se localiza em relação a outros ambientes. Cabines perto de elevadores, bares e salões de festas podem significar um movimento constante bem na sua porta, evite!

Contudo, cabines em decks mais altos (mas não perto dos lugares agitados) trazem mais comodidade pois você andará menos para chegar nas áreas de lazer (mas quanto mais alto o deck, mais caro custa a cabine).

Caso seu contrato de reserva indique “cabine garantida”, isto quer dizer que você só saberá qual é o número da cabine e sua localização no momento do embarque. Não será possível escolher a cabine e de nada adianta ser o primeiro a chegar no porto. É a companhia que escolherá em qual cabine você vai ficar. Este sistema traz como vantagem um preço mais baixo e uma possibilidade (pequena) de upgrade gratuito de categoria.

Existem cabines para dois, três ou até quatro hóspedes.

Para quem viaja com a família ou crianças, alguns navios oferecem cabines conjugadas, ou seja, duas cabines uma ao lado da outra, com acesso interno entre elas e que podem ser separadas por uma porta. Muito bom para quem vai com os filhos.

Se você for deficiente físico ou ter algum problema de locomoção, informe isto no momento da reserva da cabine para que seja adaptada as suas necessidades.

As cabines são pequenas, mas muito bem planejadas. Os armários são embutidos e em todo canto há uma gaveta. O espaço do chuveiro é bem apertado, mas você se acostuma.

 

O QUE LEVAR E O QUE NÃO LEVAR

Não há limite de bagagem. A Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos sugere levar dois volumes por passageiro, cada um deles com no máximo 20 kg e o tamanho 40 cm x 60 cm x 30 cm.

É proibido levar a bordo itens que emitam calor (como ferros de passar, chapinha, velas, incensos), armas, drogas, alimentos, bebidas ou objetos pontiagudos (facas e tesouras). Toda bagagem está sujeita a inspeção por cães farejadores.

Para o dia a dia dentro do navio, basta um vestuário informal (bermudas, camisetas, vestidos, sandálias, chinelos). Para fazer turismo em terra firme, o melhor é ter roupas confortáveis, escolhidas de acordo com o clima das paradas. Quem gosta de se exercitar pode pôr na mala também roupas de ginástica. Em geral, os navios têm academia, pista de caminhada e uma programação de aulas de exercícios.

Recomenda-se não usar trajes de banho nos corredores. Leve saídas de praia, camisetas e shorts para facilitar a passagem da piscina para o interior do navio.

Cruzeiro00004

 

Continuar lendo